Quem sou eu

Minha foto
O Seminário Teológico EBNESR, cuja sigla significa (Escola Bíblica Nacional para Equipar Servos do Rei) existe desde 1998 e já formou e treinou inúmeros obreiros e obreiras de todo o Brasil. Está sempre com vagas abertas. Venha ser um aluno e aprenda a Bíblia com pessoas que amam a Deus e o nosso único Senhor Jesus Cristo. O Seminário é mantido pelas Igrejas de Cristo. Conheça-nos: http://www.igrejadecristo.com/quemsomos.htm

MANUAL DO PROFESSOR




MANUAL
DO
PROFESSOR




CONTEÚDO DO MANUAL


1.      GRADE DE MATÉRIAS


2.      DEFINIÇÃO DE HORAS AULAS


3.      CALENDÁRIO DE AULAS


4.      TRABALHOS, PROVAS E NOTAS


5.      PLANO DE CURSO – EMENTA


6.      LISTA DE FREQUENCIA DE ALUNOS


7.      PROCEDIMENTO CURRICULAR E ÉTICA EM AULA







1.       GRADE DE MATÉRIAS
SEMINÁRIO TEOLÓGICO EBNESR
GRADE DE MATÉRIAS

1 ANO
1TRI
2TRI
3TRI
4TRI
Panorama do VT
Panorama do NT
Evangelho de João
Reino Dividido (I II Reis e I II Crônicas)
A Vida de Cristo (Mateus, Marcos e Lucas)
Pentateuco (Os 5 livros da Lei)
Parábolas de Jesus
1 2 Coríntios
Teologia Sistemática I
Atos
Reino Unido (Josué, Juízes, Rute I e II Samuel)
Metodologia da Pesquisa Científica ABNT
Inglês I
Teologia Sistemática II
Teologia Sistemática III
Teologia Sistemática IV
Geografia Bíblica
Inglês II
Inglês III
Inglês IV

2 ANO
5TRI
6TRI
7TRI
8TRI
Isaías
Jeremias e Lamentações
Daniel e Ezequiel
Restauração do Reino (Esdras, Neemias e Ester)
Teologia Sistemática V
Grego II
Arqueologia
Apocalipse
Grego I
Bibliologia
Cartas a Macedônia (I II Tessaloncenses e Filipenses)
Romanos
Homilética I
Cartas Pessoais de Paulo (I e II Timóteo, Tito e Filemom)
Hermenêutica
Evangelismo II Pequenos Grupos
Cartas a Ásia Menor (Efésios, Gálatas e Colossenses)
Português para Pregadores
Evangelismo I Discipulado
Aconselhamento

3 ANO
9TRI
10TRI
11TRI
TRI CONCLUSÃO
Salmos
Literatura de Sabedoria (Jó, Eclesiastes, Provérbios e Cantares)
Profetas Menores
Administração Eclesiástca
Homilética II
Cartas Gerais (I e II Pedro, Tiago e Judas)
1 2 3 João
História da Igreja
Hebreus
Evidências I Clássicas
Apologética
Lar Cristão
Filosofia
Evangelismo III Missões
Hebraico I
Evidências II Históricas
Apologética
Sermão do Monte
Religiões Mundiais e Seitas do Brasil
Eclesiologia
Hebraico II
MCC (Monografia de Conclusão de curso)


2.       PARA INSCRIÇÃO DE CANDIDATO A PROFESSOR: Para lecionar como professor no Seminário Teológico EBNESR o professor deverá está devidamente registrado através de preenchimento de ficha de cadastro, para tanto deverá trazer 2 fotos 3x4, cópias de RG e CPF, e Xerox de comprovante de residência. Além disso deverá ser aprovado por meio de entrevista a qual se analisará seu perfil bíblico e espiritual. A cada trimestre é feita convocação de professores de acordo com a grade estipulada pela direção. Podendo o professor ser chamado ou não para lecionar nesse período.

3.       DEFINIÇÃO DE HORAS AULAS
Cada matéria terá 8 dias de aula, sendo cada dia com 3 horas normais, ou  3,5 h/aulas. Após 01:30 horas de aula o professor poderá dar intervalo de 00:15 minutos, voltando em seguinda para a segunda parte da aula.

4.       DEFINIÇÃO DE CALENDÁRIO DO TRIMESTRE
O calendário sempre seguirá a freqüência de 2 semanas de aulas para 1 semana sem aula. Cada curso terá 1 dia de aula na semana. Sendo portanto 8 semanas de aulas no trimeste, divididas conforme calendário aprovado para o trimestre. O qual o professor já deverá ter em mãos antes de início das aulas.

Em se tratando de uma matéria no sistema das SEMANAS INTENSIVAS onde os alunos vem da própria congregação mais de outras cidades e passam 1 semana no EBNESR:
  • O calendário funciona então com 1 semana (5 dias de seg a sex) a cada mês sendo o regime trimestral para os cursos.
  • As semanas de aulas já são definidas em calendário livre para consulta no blog (www.ebnesrecife.blogspot.com).
  • Cada dia dessa semana fica definido para uma matéria.
  • O horário inicia das 8 horas da manhã, parando as 12 h para almoço e retornando as 13 h até as 18 h – totalizando 9h/aulas ao dia.
  • Sendo 3 meses o trimestre, assim o professor terá 1 dia a cada mês onde ele dará sua matéria das 8 as 18 h. Totalizando 27 h/aulas mais com tarefas e atividades extra-classe fechamos as 30 h/aulas.
  • INTERVALO: Fica a critério do professor o tempo devido para os intervalos, podendo ser a cada 1 hora e meia de aula ou outro sistema.
  • As refeições nessa semana são realizadas no próprio seminário tanto para alunos como para professores. E dormitórios estarão também disponíveis para professores caso necessitem.

5.       TRABALHOS, PROVAS E NOTAS
a)      Trabalhos e provas ficam a critério do professor, bem como processo de média final para fechamento de notas de alunos. Sabendo que a média mínima para aprovação do aluno é 7,0 mas que ele precisa de média geral mínima de 8,0 de todos os cursos no histórico.
b)      Todo trabalho solicitado pelo professor em curso dever ter como prazo o fim do trimestre. Os trabalhos em modelo de monografia devem seguir padrão de estética da ABNT conforme modelo nesse manual.
c)       A apuração das notas dos alunos pelo professor deve ser processada logo após o fim do trimestre.
d)      Em caso de alunos reprovados fica a critério do professor proceder alguma forma de recuperação se achar justo, ou manter a reprovação.

6.       DEFINIÇÃO DE PLANO DE CURSO
Deve ser seguida conforme modelo de ementa do Seminário Teológico EBNESR. Importante salientar que a cada matéria ensinada, o professor deverá no início entregar aos alunos o CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DO CURSO contendo todo o conteúdo que será ensinado, e também o SISTEMA DE AVALIAÇÃO contendo todas as tarefas que serão exigidas no curso, trabalhos, monografias, solicitação de leituras, tipos de provas e juntamente o processo de avaliação que será adotado no curso.

7.       DEFINIÇÃO DE MANTER LISTA DE FREQ ATUALIZADA
a)      O professor deve a cada dia de aula fazer a chamada de freqüência, colocando presença e atrasos conforme a presença de alunos na hora de iniciar a aula.
b)      A freqüência deve prever casos em que o aluno assista meio período de aula se ausentando após o intervalo ou chegando após o intervalo.
c)       O aluno só poderá perder 20% do curso, acima desse índice deverá negociar com o professor alguma forma de reposição.

8.       DEFINIÇÃO DE PROCEDIMENTO CURRICULAR E ÉTICA EM AULA.
a)      O professor deve ser pontual e de preferência chegar antes da hora do início das aulas;
b)      Manter sempre uma postura ética de respeito às denominações em sala de aula, tendo em vista que é uma turma de fora que vem proveniente dos mais diversos sistemas de credos.
c)       O professor deverá ser fiel em cumprir o conteúdo programático de curso conforme ementa definida nesse manual.
d)      O professor deverá entregar no início do curso o conteúdo programático do curso bem como o sistema de tarefas e avaliação que adotará na disciplina.
e)      O professor deverá respeitar e manter o horário estipulado de 3 horas para as aulas, com intervalo de aprox 15 minutos.
f)       O professor poderá solicitar antecipadamente a apostila já padronizado do referido curso que ele vai ensinar. O setor pedagógico deverá providenciar para que essa apostila seja entregue antecipadamente para ser impressa para ser vendida aos alunos. Os alunos também poderão optar por receber a apostila por meio digital.
g)      O último dia de aula do curso no trimestre não é destinado apenas para a prova final, para em seguida liberar os alunos, mas deverá contar como aula normal, qualquer atividade de trabalho ou prova deverá ser realizado dentro do horário normal de aula.
h)      A cada curso o professor poderá sugerir um livro que será comprado e colocado a venda para os alunos. Esse livro deverá ser lido durante o decorrer do curso no trimestre servindo como tarefa valendo nota para o curso.
i)        O professor deverá manter sempre uma vestimenta adequada e condizente com o nível de ensino do Seminário. Exigimos que use camisa por dentro das calças e que não seja estampada de figuras ou desenhos que venham a causar distração, mas de preferência camisas pólo ou social.
j)        Manter o domínio da turma e evitar debates de fé entre os alunos.
k)      Casos que ultrapassem o controle levar para a direção.